terça-feira, 7 de abril de 2015

Não vá para a cama com ela!

“Quando vocês ficarem irados, não pequem. 
Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha,
 e não deem lugar ao diabo.”
(Efésios 4.26-27)

Você já sentiu raiva do seu cônjuge? Eu já senti e é claro que você que é casado (a), já passou por isso também. Todos experimentamos os mesmos sentimentos uma vez ou outra, afinal, somos humanos! O próprio Jesus sentiu-se assim!

As Escrituras desafiam: Quando vocês ficarem irados, não pequem... . O princípio chave aqui é que não devemos nos enraivecer, mas quando isto acontecer, não devemos pecar. Precisamos expressar a nossa ira de maneira construtiva. Penso que existem muitos cristãos que consideram a ira pecado. É por isso que diversas pessoas tentam reprimi-la.

Ficamos irados com alguma cosa no trabalho, no trânsito maluco da cidade ou quando um amigo falha conosco. Finalmente, chegamos em casa fervendo de raiva e semelhantemente a um vulcão em erupção, lançamos toda lava de nossa ira sobre os mais próximos, geralmente nossos filhos e, principalmente, nosso cônjuge. A ira nos leva a pecar expressando a raiva dessa forma, que é o oposto do que Paulo nos aconselha.

Existem maneiras de se lidar com a ria, sem pecar:

1.      Reconhecer que a ira existe.
2.      Refletir calmamente no motivo que a provocou.
3.      Verbalizar adequadamente essa ira ao ofensor.
4.      Entregar a questão ao Senhor.
5.      Não insistir no assunto, não se deter tempo demais nisso, prosseguir a vida normalmente.

Há um enforque todo especial na frase: ...Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha... . Isto quer dizer que não devemos ir dormir com raiva. Quando permitimos que a amargura permaneça em nosso coração durante dias ou até meses e anos, ela se infiltra em nossa alma, tentando perpetuar-se. Paulo diz que ao adiarmos o arrependimento e o perdão, favorecemos a Satanás (Efésios 4.27).

Você está com raiva de algo ou de alguém? Se sua resposta for sim, você pode identificar por quê? Se não consegue fazer isso por si mesmo, estaria disposto (a) a buscar ajuda de um conselheiro?

É minha oração que você durmam diariamente um sono realmente tranqüilo no tocante à certeza de que... o sol não está se pondo sobre sua ira.


Pense nisso

Se vocês ofenderam ou feriram seu cônjuge durante a última semana, aproveitem a oportunidade para pedir perdão a ele (a) e em seguida orem juntos.



*Texto extraído do livro “Devocional para Casais: reflexões para uma vida a dois” de Jaime e Judith Kemp. Editora United Press.





sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Notícia importante! O Impactando Você encerrará as suas atividades em 31/12/14



É com um pouco de tristeza, porém, com muita alegria que comunico aos meus leitores que o blog Impactando Você encerrará suas atividades em 31/12/14.

Fundado em junho de 2010, o blog com mais de 4 anos de existência cumpriu com sua missão. 

É preciso galgar novos horizontes, por isso, estarei publicando minhas postagens a partir de 21/12/14 em um novo blog, agora de domínio próprio e com um caráter mais profissional.

evangelhosemcensura.com.br

Esse novo projeto arrojado e inovador precisa do seu apoio. 

É só uma substituição, como num time de futebol. Sai o Impcatando Você e entra o Envagelho Sem Censua, apelidado de Esc.

Nesse novo blog você encontrará muitas novidades.

Não deixe de conhecer esse novo espaço da blogosfera cristã.



sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Conheça a História da Irmã Murmuronilda

murmuração

Por Allan Felipe


Murmuronilda nasceu em uma cidadezinha de interior, filha de pai católico e mãe candomblecista. Fora criada nos ritos católicos, no entanto, frequentava os terreiros com a mãe.

Teve dez irmãos com os quais constantemente tinha conflitos. Seis mulheres e quatro rapazes. Um de seus irmãos se converteu ao evangelho e logo virou pastor de uma igreja pentecostal muito tradicional.

Após alguns anos na igreja, seu irmão conseguiu convencê-la, então, Murmuronilda entrou para a igreja evangélica. Foi batizada nas águas e conta que fora também no Espírito Santo.

Aos poucos foi fazendo parte de grupos de oração e de evangelismo. Mas uma coisa chamava a atenção dos que eram mais observadores, Murmuronilda nunca estava satisfeita com nada. Tinha o péssimo costume de falar da vida de seus irmãos para quem quisesse ouvir. Contava até os segredos mais íntimos que lhes eram confidenciados. Além disso, achava-se no direito de dar ordens à dirigente do círculo de oração quando alguma coisa não saia do seu jeito, porque só o jeito dela era o certo, somente a sua opinião era de Deus.

A irmã Murmuronilda andava sempre de coquinho e vestidão. Roupa e linguagem de crente. Gostava de dar a paz do Senhor bem alto quando encontrava alguém da igreja na rua.

Murmoronilda reclamava de tudo. Quando ia ao culto na sua igreja, reclamava que havia muito barulho e muita gritaria, no entanto, quando os membros faziam silêncio, ela logo dizia que a igreja estava fria e sem unção.

Quando o pastor pregava constantemente dizia que ele era um “fominha de púlpito” e que não dava oportunidade para ninguém. Mas, quando ele não pregava dizia que era um preguiçoso e não buscava a revelação do alto e que, por isso, ficava dando oportunidades para qualquer um.

Sempre falava do louvor. Que o som estava alto, que a irmãzinha, regente do coral não sabia nada de música, que o guitarrista era um perturbado que precisa se converter, e que o ministro de louvor desafinava muito.

Murmoronilda gostava mesmo era de falar da vida da esposa do seu pastor. Essa aí, coitada, sofria na mão desta “pobre e indefesa irmã de oração, ou melhor, de murmuração”.

Além de murmurar como ninguém, o que, inclusive, lhe rendeu o título de “Rainha da Murmuração” na igreja que congregava, Murmuronilda sempre gostou de mandar, queria que tudo fosse do seu jeito.

Costumava marcar gabinetes com o pastor para dizer a ele onde deveriam ser abertas as novas congregações e onde elas não poderiam ser abertas.

Murmuronilda casou-se e teve uma filha. O marido não aguentou muito tempo em seu quartel general (casa) e logo pediu dispensa. Sua filha cresceu revoltada com tanta opressão advinda de sua mãe. Tivera uma criação rigorosa, castradora e pautada nos dogmas legalistas. Logo, sua filha desviou-se da igreja e decidiu viver uma vida de prostituição.

Atualmente, Murmuronilda tem 69 anos. Agora, não está mais em uma igreja pentecostal. Sua nova meta é perturbar um pastor de uma igreja neopentecostal midiática que abriu uma filial próxima a sua casa.

Murmuronilda está um pouco adoentada e anda lendo livros do Kenneth Hagin e do Silas Malafaia...


Agora, para piorar a situação, além de murmurar, ela aprendeu a determinar.


Só Gizus na causa.


E você conhece alguma “irmã Murmuronilda”?


Tem alguma assim na sua igreja?




domingo, 9 de novembro de 2014

Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço: pregadora incoerente


Parafraseando a frase acima, faça o que prego, mas não seja como eu.

A máxima “uma ação vale mais que mil palavras” se aplica perfeitamente ao vídeo abaixo.
Comumente vemos irmãos pregando uma coisa e vivendo outra completamente diferente.
É preciso ter coerência. A Palavra de Deus é como uma espada de dois gumes que corta para ambos os lados, todavia, deve cortar primeiro no pregador.

São Francisco de Assis já dizia: "Tome cuidado com a sua vida, porque talvez ela possa ser o único Evangelho que o teu irmão irá escutar".

“Pregue o evangelho, se necessário use palavras” (Santo Agostinho).







domingo, 2 de novembro de 2014

Super promoção no Impactando Você!!!



palavrantiga,banda,gospel


O IMPACTANDO VOCÊ VAI DAR DE PRESENTE PARA UM DE SEUS LEITORES UM CD DO PALAVRANTIGA.

cd,gospel,palavrantiga


O sorteio acontecerá no dia 15/11/14.

Regras:

 - Para participar é necessário curtir e compartilhar no seu Facebook uma das postagens do blog até a o dia 14/11/14.

 - As postagens serão publicadas no perfil do editor do blog.

 - Caso o participante deixe em um dos posts do blog um comentário consistente em que expresse suas ideias e fomente um debate construtivo, este terá as suas chances turbinadas em 3x, ou seja, aquele que deixar um comentário interessante terá 3x mais chances de ganhar.

PARTICIPE!!!




Foi fazendo essa mesma graça que morreu Martinho Lutero


Dia 31 de outubro foi o dia da Reforma Protestante. Aproveitando essa data histórica e de muito orgulho para mim, deixo essa belíssima canção em ritmo de Rap. Ela expressa muito bem o espírito do evangelho e da Reforma.




A graça da garça

Estratagema de Deus


A graça da garça.

A arte de viver em meio a lama sem sujar as vestes.

A paz do Senhor, agradeço pela rica oportunidade pois
o momento é oportuno pra que alguém fale a verdade.

O Espírito Santo toma o meu ser e guia a ponta da
pena, eu já começo a receber a luz do grande
Estratagema.

Entrego todo o meu ser e toda minha premissa, então
começa a nascer fome e sede de justiça.

Crescemos acreditando em alguns personagens dos
púlpitos, mas descobrimos que alguns da liga da
justiça eram corruptos, mas ai de nós que temos
espírito de ousadia, no mínimo dirão que é espírito de
rebeldia.

Deus tem o Espírito Santo, o Diabo espírito imundo, os
homens criaram espírito de rebeldia pra manter nosso
espírito mudo.
                                                         
shhh, calado! Nem pense em fazer cara feia.

É melhor não discordar se quiser participar da ceia.

Eu vim pra fazer graça, mas não sorria porque é sério,
foi fazendo essa mesma graça que morreu Martin Lutero.

Nossos teólogos respondem perguntas que ninguém fez,
nossos representantes são servos submissos da altivez,
eu prefiro seguir ao Mestre que nos ensinou a lição:
"Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração".

E os programas de TV que eram pra pregar salvação
estão fazendo propaganda de igreja e divulgação de
livros e revistas, cds e dvds e transformando o servo
humilde em um fantoche em seus porquês.

Cadê a pregação da cruz? pegaram emprestado como
emblema o nome do nosso Senhor Jesus, mas quando forem
aplaudidos pensando que se deram bem... não se esqueça
que Deus não divide sua glória com ninguém.

A graça da garça.

A arte de viver em meio a lama sem sujar as vestes.

Num país onde nosso futuro dorme em baixo de viadutos
com

frio, febre e fome, infelizes mentes de adultos,

os nossos profetas diriam: "Eis que também não vivem
na luz"

E eu te pergunto no evangelho o que diria Jesus?

O Filho do homem não tem lugar pra reclinar a cabeça,

alguém me explique este evangelho antes que eu
enlouqueça!
Qual evangelho está certo? O de Jesus ou o da igreja?

Me explique irmão! Porque esta expressão de surpresa?

Vejo que não é o mesmo evangelho, conquanto,

nos ensinam a chamar nossas culpas de Espírito Santo.

Porque as mulheres que por Jesus foram perdoadas

hoje por nós são vitimadas, julgadas e apedrejadas?

Por que o confesso é excluído? Por que o possesso é
incluído?

Por que os que foram injustiçados sempre fecham
comigo?

Por que os que cobrem seus pecados são chamados de
amigo

enquanto o confesso que pede perdão é humilhado e
banido?

Eles bradam arrependei-vos sem arrependimento,

depois que conheceram as riquezas já não pregam o
arrebatamento.

Não acho ruim ter mansão, nem carro nem condição,

nem lancha, nem ter dinheiro, nem jato nem avião.

Só digo uma coisa meu irmão, melhor prestar atenção:

"onde estiver seu tesouro estará também o coração."

Os nossos levitas fazem show, sua fama é um mundo
ilusório,

já não existe adorador, só animador de auditório.

Viram? Eles já não levam mais a arca da aliança

porque são carregados por um bando de seguranças.

Deus vê todas as coisas, nada lhe é oculto nas
cidades,

mas ainda procura quem o adore em espírito e em
verdade.

E a nossa fé a cada dia vai descendo ao declive,

Deus destruiu Sodoma e Gomorra mas o seu espírito
ainda vive:

Quem não tem carro e dinheiro tem encosto,

quem tem bens, ações e milhões paga o imposto,

me diga, esse é o evangelho por Jesus Cristo
proposto?

Porque o antigo brilho no olhar já não está no seu
rosto?

Eles bradam como João Batista e são mestres,

mas ninguém fica no deserto comendo gafanhoto e mel
silvestre.

Terno de microfibra, sapato italiano modelo,

mas ninguém quer ficar no sol vestindo pele se
camelo.

Numa coisa eles imitam a João Batista, reconheça,

receberam a missão de acabar perdendo a cabeça.

Loucos! E se hoje te pedirem a tua alma?

Louco! Pra que te servirá todas as palmas?
Louco! Se a selva de concreto se tornou tua mansão

não se esqueça que nela Deus soltou seu filho o Leão.

A graça da garça.

A arte de viver em meio á lama sem sujar as vestes.

Mas quem tem fome e sede de justiça farto será!

Eles falam em línguas estranhas o que eu faço é
interpretar.

Ela desce a minha face, às vezes mais quente que o
magma,

eu interpreto língua estranha por que Deus interpretou
minhas lágrimas.

Arrependa-se, não viva mais uma vida de farsa,

não deixe Satanás sorrir do que você chama de graça.

Nós não precisamos de saquinho de sal pra apaziguar
nossa guerra,

nós somos a luz do mundo, nós somos o sal da terra!

Nós não precisamos de pedrinha de Israel

porque temos a pedra de esquina chamada Deus Emanuel!

Eu não quero pão de Jerusalém, nem mesmo água ungida,

Já bebi águas vivas, já comi o pão da vida!

Eu não creio em oração poderosa, dela eu tenho
aversão,

Eu creio num Deus poderoso que ouve a minha oração!

Eu pensei que eles não me aceitavam por causa do
ritmo,

mas agora sei que não me aceitam porque eu prego o
evangelho legítimo. 

Mas como foi escrito nos tempos remotos da
antiguidade:

Que eles rangeriam os dentes ao ouvir a verdade.

Enfim no grande dia em que Deus mostrar seu poder,

verá que o evangelho fez graça, mas nunca brincou com
você!

A graça da garça.

A arte de viver em meio a lama sem sujar as vestes.



Postagens mais antigas Página inicial